ANIME PRÓ»»NOTICIAS»»JULHO/2005


ÚLTIMO SEGUNDO

»» Ediouro anuncia seu primeiro " mangá"
»» Por: Juliana Freire - 19/07/2005

    A Ediouro acaba de anunciar seu mais novo titulo, intitulado "Quark", a HQ está sendo divulgada como o primeiro lançamento no segmento de mangás da editora. Confira abaixo os detalhes fornecido pela assessoria:

    A entrada no mercado de quadrinhos começou em abril, com "Star Wars". Agora, a Ediouro parte para um novo segmento no mundo dos gibis com os mangás - característicos da cultura pop japonesa -, que já se tornaram uma febre entre adolescentes brasileiros.
    Criado em 2003 por dois mitos da arte seqüencial na Holanda, o publicitário Martin Lodewijk e o ilustrador Adri Van Kooten (cujo traço caricaturiza os principais elementos da estética nipônica), "Quark" é uma série de três fascículos que alcançou grande sucesso de vendas na Europa. Seu enredo futurista mescla ação policial, viagens no tempo, traços da cultura da década de 50, biotecnologia e física quântica.
    "Quark" leva os leitores ao cenário de uma Terra do século XXII, com profundas transformações geográficas e tecnológicas - um novo mundo de megalópoles, habitado não só por seres humanos, mas também pelos "biomeks", seres feitos de carne e partes robóticas, menos humanos do que os andróides.
    Com muita criatividade, os autores desenvolvem uma história que começa em 2133, na cidade futurista de Nextóquio. Em meio a disputas e espionagens travadas no campo da ciência por Japão, Nova-Europa e Nova América, a policial japonesa Anima Ando é escolhida pelo Conselho Imperial de Ciência para uma importante missão: voltar ao dia 17 de abril de 1955. O objetivo é resgatar o corpo do físico Albert Einstein de seu leito de morte no Hospital de Princeton (Estados Unidos), trazendo o cientista do século XX para o século XXII. Einstein é o dono do único cérebro humano que pode salvar a Terra do século XXII de um trágico destino.
    O primeiro fascículo de "Quark" chega às bancas de todo o país no dia 20 de julho e custa R$ 9,90, trazendo um artigo sobre a cultura mangá, do mestre das HQs, Moacy Cirne, autor do livro "Quadrinhos, Sedução e Paixão", além do editorial "Anarquia Quântica", do jornalista Rodrigo Fonseca, responsável pela publicação do gibi no Brasil.

   

[ topo ]

Museu da Bandai comemora dois anos << - >> Parasyte: novo mangá nos cinemas