ANIME PRÓ»»CANAIS»»COLUNAS»»SHOUNEN JIDAI


Teoria da Personalidade Sangüínea
PÁGINA 02

01 - 02 - 03


     O ritmo nas historias é muito próprio nos mangás do tipo B. O sentimento não é exatamente o ponto focal das tramas e em geral, nunca ha um mal absoluto, ou um grande rival. Podemos ver isso em Conan, onde a historia se dispersa em mistérios sem ligação a trama principal, com Conan, sim, protegendo sua namorada, mas visivelmente mais interessado em revolver os casos. Leiji Matsumoto ainda é bem claro em entrevista, dizendo que gosta de maquinas, a ponto de se chamar de otaku de maquinas, então, suas historias costumam fugir da trama pra fazer o que ele quer, que é desenhar maquinas. Love Hina também se dispersa bastante e apesar de seu foco de mangá de relacionamentos, uma analise mais fria do mangá mostra que Akamatsu se concentra mais em situações do que nos sentimentos dos personagens.

AB - É o indefinível. Mistura características dos tipos A e B, pois usa tanto a parte do cérebro destinada ao tipo A, quanto a destinada ao tipo B, mas nunca simultaneamente e nem com controle disso. Por isso pode fazer coisas que, para os outros, pode parecer sem sentido, simplesmente porque mudou a área que usa do cérebro. Mas pelo contrario, pode ser muito adaptável, por que seu cérebro está sempre cem por cento ativo e incansável. Costuma ter idéias e fazer coisas que as outras pessoas nem imaginam. É a personalidade mais completa, mas ao mesmo tempo, mais confusa. O tipo AB costuma parecer sempre sorridente. São sensíveis e carinhosos, porem, muitas vezes, isso é só imagem. Se distancia de provas de forca. É o meu tipo sangüíneo também : D
     Em entrevista, o tipo AB se mostrou disperso. Uma pergunta podia culminar numa longa resposta, muito provavelmente saindo do assunto. Também mostrou que não costuma dar respostas obvias, muitas vezes saindo com idéias criativas.
     Shotaro Ishinomori (Cyborg 009), Mitsuru Adachi (Touch, H2), Riyoko Ikeda (Rosa de Versailes), Yoshiyuki Tomino (Gundam), Monkey Punch (Lupin 3rd) são do tipo AB.
     Os mangás do tipo AB costumam dar espaço para os mais variados tipos de personagens, sem ofuscar nenhum. Também da muito valor aos povos diversos, como a equipe internacional de Cyborg 009, liderada por um japonês, mas sem tirar a importância de personagens russos, franceses, africanos; ou um Rosa de Versailes, passado na Franca... Tem uma definição ambígua do mal. Enquanto o tipo A costuma fazer os malvados como tipos sujos, que fazem tudo de forma destrutiva; e o tipo O faz malvados que não escolhem meios para chegar ao seu objetivo, o tipo AB é o que faz o inimigo frio e calculista, as vezes, vilões com algum carisma, como Char. Também não podemos esquecer que o AB tem idéias que os outros não costumam ter, sejam elas geniais ou simplesmente estranhas. São poucos os mangakás do tipo AB, mas a maioria costuma se destacar.

O - É o indefinido. Tem dificuldades em escolher qualquer coisa e é dependente por natureza. É o tipo que mais dá certo com o tipo B, por que precisa de alguém que o puxe pelo braço e tome decisões rápidas. Mas pelo contrario, não é um fraco. Costuma ter uma vitalidade invejável. E após definir um objetivo, não retrai. Mostra seus sentimentos de forma direta. Sabe se aproveitar do que tem e fica bem nas sombras dos outros. É bem volúvel e pode se deixar levar fácil, mas se for convencido, é o tipo mais fiel. Pode não gostar de aparecer muito, mas pra apoiar os outros, é o tipo mais certo. Também é muito realista, apesar de também ser romântico. Sua personalidade não é muito visível a primeira vista, por que em geral costuma se adaptar as pessoas próximas. Tem aversão por testes de inteligência, não por ser burro. Faz amizades com facilidade e tenta manter todos por perto. Em entrevista, demorou para responder e mas é muito objetivo.
     Hayao Miyazaki (A Viagem de Chihiro), Suzue Miuchi (Garasu no Kamen), Tsukasa Hojo (City Hunter), Tetsuya Chiba (Ashita no Joe), e Go Nagai (Mazinger Z, Devilman) são do tipo O.
     O mangá do tipo O é o que mais se adapta ao lema da Shonen Jump. Esforço, amizade, vitoria. São mangás onde a energia transborda em todas as paginas. Os personagens são definidos e tem sentimentos claros. A historia segue linear e definida, a um objetivo. E esse objetivo é alcançado. Tsukasa Hojo é talvez o maior exemplo, com historias bem definidas, personagens certos de seus objetivos e vitalidade sempre na dose máxima. Os vilões do tipo O não escolhem os meios para alcançar seus objetivos. Como podemos ver nos filmes de Miyazaki, como Laputa e Mononoke Hime.
     Para aprofundar, existe uma tabela de relação entre tipos sangüíneos. Ajuda a resolver relações entre os personagens. Não somente amorosas, mas de amizade ou de trabalho. Existem pesquisas que comprovam que a relação correta dos tipos sangüíneos em ambiente de trabalho ou escolar aumentam a produtividade e a relação entre os membros.

A X B
O tipo A detesta a personalidade destrutiva e irresponsável do B.
B X A
O tipo B detesta gente certinha e sem malícia.
A X AB, B X AB, O X AB
Depende da situação e da tendência do AB. Mas tem os tipos que dão certo com todo mundo e o contrario.
O X A, O X AB, O X B
O tipo O se da bem com qualquer um, por que é submisso e fiel.
A X A
Se dão que é uma beleza. Se deixar, fica um elogiando o outro o dia todo
B X B
Não se bicam. Personalidades muito fortes sempre se atritam.
AB X AB
Nunca se sabe. Pode dar certo. Ou não
O X O
Pode dar certo, mas tem mais chance de dar errado. Não por que não se mereçam, mas por que nenhum nem outro vai se mexer. E uma hora, aparece um B...

==

     Com isso, numa historia básica, teríamos...



<< Voltar - Avançar >>

[ topo ]