Especial: Yon-Koma, as tirinhas japonesas
Princesa 16-11-2013

O Yon-Koma é considerado a versão japonesa das famosas tirinhas americanas. Embora para um japonês o Yon-Koma e o “comic strip” (tirinhas) sejam coisas completamente diferentes, principalmente por causa do Kishoutenketsu.

Fragmento de Rakuten Kitazawa.

A palavra Yon-Koma é um mistura das palavras em japonês Yon – quatro, e Koma – quadro ou cela. Ou seja, é um estilo baseado em sequências de quatro quadros. Também é possível encontrar como 4-koma ou com a palavra Manga ao final.

Foi criado em 1902 por Rakuten Kitazawa, influenciado por estilos ocidentais da época. Seus trabalhos não apresentavam sempre quatro quadros, mas o teor cômico já estava presente.

Visualmente o Yon-Koma é uma fileira vertical de quatro quadros de mesmo tamanho, com leitura da direita para a esquerda. É costume de se ter apenas 1 ou 2 Yon-Koma por página. E o tema geralmente envolve comédia, embora possa ser usado com outros objetivos.

No início os quadros eram quadrados (como o exemplo acima), mas com a adaptação para revistas e livros os autores passaram a alterar as dimensões conforme o tamanho das páginas. Uma das variações de tamanho mais comuns são os Yon-Koma com quadros super largos que ocupam toda a página.

Dentro do estilo existe algumas variações muito usadas, por exemplo, no início de um mangá todo em Yon-Koma, por causa da presença do título da obra ou para dar uma importância especial à alguma parte, a página é dividida ao meio: a parte superior ganha o título e uma imagem, esta agirá como um quadro zero para o Yon-koma que ficará na metade inferior. Este Yon-Koma, por sua vez, é agrupado em duas colunas de 2 quadros, como o exemplo ao lado. Outra alternativa comum é dividir ao meio, mas verticalmente, com uma das colunas sendo o quadro de apresentação.

2012-0815

Existe também variações menos utilizadas como os quadros ordenados na horizontal, quadros com tamanhos diferentes e até apenas 3 quadros ou com mais de 4, embora isso seja bem raro. Alguns também podem apresentar um texto ao final, após o quarto quadro, que pode ser usado como moral, conclusão, explicação ou um pedido de desculpas ou aviso.

A narração dentro do Yon-Koma segue um padrão chamado Kishoutenketsu (que é usado em várias formas de narração japonesa e chinesa). A palavra é formada de quatro caracteres, cada um indica um dos quatro quadros. O “Ki”, primeiro quadro, é a introdução, onde é apresentado os personagens e o roteiro básico. O “Shou”, segundo quadro, é o desenvolvimento da história ou piada. O “Ten”, terceiro quadro, é o clímax, o auge do roteiro. O “Ketsu”, último quadro, é a conclusão e o fim cômico. Esta característica é muito importante para a cultura.

Outras características do Yon-Koma é a presença de títulos, que geralmente servem para preparar o leitor ou para ajudar a piada final. Alguns usam títulos em todos os Yon-Komas, outros agrupam em grupos temáticos. Esses título estão geralmente no topo ou na lateral direita do primeiro quadro.

Embora não seja muito famoso no Brasil ou no ocidente, o Yon-Koma é super famoso e comum no Japão e países próximos. O estilo Yon-Koma pode ser usado na obra inteira ou apenas em extras e “omakes” ao final de volumes. Também é usado em jornais e outras publicações.

Atualmente é sempre possível encontrar pelo menos uma série feita em Yon-Koma em cada revista de mangá japonesa, e a grande maioria dos “spin-off” de caráter cômico são também feitos em Yon-Koma.

No Brasil, várias obras lançadas possuem Yon-Komas extras nos volumes, mas apenas duas séries totalmente no estilo Yon-Koma foram lançadas: Hetalia e K-ON! ambas pela NewPOP.

Para encerrar, confira abaixo uma porção de designs e tipos de Yon-Komas:

wannyan5 op4no1 yuri4koma_008_2 K3bFCJAX vol79_4coma

 

 

Destaques

Review: Mangá Saint Seiya Kanzenban 1 e 2

O ano era 1994. Em um final de tarde qualquer eu e meu irmão assistíamos a extinta Rede …

Leia mais

Review: Mangá Ghost in the Shell

No início desse ano chegou finalmente às livrarias e bancas brasileiras o compilado da primeira série do mangá …

Leia mais
Categorias
Mídias Sociais