Jump SQ revela que Rurouni Kenshin ganhará produto inédito
Yorran Barone 13-02-2017

A conta oficial da Jump SQ no Twitter trouxe boas notícias aos fãs de Rurouni Kenshin. Os responsáveis pela revista pertencente a editora Shueisha revelaram que o mangá criado por Nobuhiro Watsuki inspira um game para smartphone, que é desenvolvido pela Bandai Namco Entertainment. Intitulado Rurouni Kenshin Meiji Kenkaku Romantan: Kengeki Kenran, o aplicativo aceita pré-inscrições para versões de iOS e Android,

Até o momento, não há muitas informações sobre o novo produto, como a data de estreia, enredo e personagens jogáveis. No post publicado na rede social citada, eles apenas apresentaram o slogan do jogo: “Vou abrir um caminho para o futuro com minha espada”.

Nos últimos meses, a franquia esteve em alta, com outras novidades. Em dezembro passado, a Jump SQ trouxe uma revelação bombástica sobre o futuro de Rurouni Kenshin. Na ocasião, Watsuki confirmou que desenhará um novo arco do mangá, com lançamento previsto para a primavera nipônica (abril-julho) de 2017.

Mangá

A trama ocorrerá em Hokkaido e será uma sequencia de Rurouni Kenshin Ibun: Ashitarō Zenka Ari, recém-lançado spin-off baseado na obra. A história apresentou personagens inéditos e é protagonizada por Ashitarō Hasegawa.

O enredo inicia com sua saída da prisão de Tokyo. Neste recomeço, ele encontra Aran Inoue, um menino de sua idade, além de outra misteriosa garota, que estava a espera de sua libertação. O material foi lançado em comemoração ao nono aniversário da Jump SQ, com produção de Nobuhiro e sua esposa, Kaoru Kurosaki

Obra

O mangá de Rurouni Kenshin teve início em 1994, sendo publicado pela Weekly Shonen Jumprevista da editora ShueishaPor conta do sucesso, a produção recebeu a adaptação para outras mídias, como a série animada para a televisão, que totalizou 95 episódios

No Brasil, alguns canais, como a Rede Globo e o Cartoon Network, também o transmitiram. Na ocasião, o público passou a conhecer a história protagonizada por Kenshin Himura, através de outro nome: Samurai X.

Além disso, os fãs foram contemplados com um filme, três live-action, OVAs, games e um musical de palco, desenvolvido por Takarazuka Revue. Anteriormente, a obra já havia ganho outros dois spin-offs: A Sakabatou de Yahiko (2000) e Honō wo Suberu – Rurouni Kenshin: Uramaku (2014), com destaque para o encontro entre Shishio Makoto e Yumi Komagata. Destaque ainda para Rurouni Kenshin: Tokuhitsuban, lançado em 2012.

Via ANN

Destaques

BGS 2017 | Confira nosso resumo do primeiro dia do evento

Já preciso dizer logo de cara que não sou “gamer” muito menos um jogador assíduo, mas aprecio e …

Leia mais

Hideo Kojima vem ao Brasil pela primeira vez para participar da Brasil Game Show

Considerado um dos gênios da indústria dos jogos eletrônicos, Hideo Kojima desembarcará pela primeira vez no Brasil, exclusivamente para participar …

Leia mais
Categorias
Mídias Sociais